quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Universo... (frase)

"Diante da vastidão do tempo e da imensidão do universo, é um imenso prazer para mim dividir um planeta e uma época com vocês". (Carl Sagan)


"O fato da gente não entender alguma coisa, não significa que ela precisa ser explicada de uma forma sobrenatural. A ciência vive da dúvida. E a gente não precisa entender tudo para ter uma vida feliz e completa.
Prefiro viver com a dúvida, do que ser engando por uma ilusão".
(Marcelo Gleiser)

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Aquecimento global...

Nos últimos 150 anos, o aquecimento global (o aumento na temperatura terrestre) vem aumentando significativamente, esse fenômeno climático é decorrente devido a alterações climáticas no planeta, sejam elas naturais ou causadas pelo homem (antropogênicas).

Causas naturais:
A Terra está numa fase de transição natural, um processo longo e dinâmico, saindo da era glacial, para era interglacial, sendo o aumento da temperatura, devido a esse fenômeno. Essa tese é defendida por uma parcela da comunidade científica.

Causadas pelo homem:
O aumento da quantidade na queima  de gases (gás carbônico, metano, óxido nitroso, etc)  lançados na atmosfera e mais a queima de combustíveis fósseis e também o desmatamento, impedem que o calor se propague, formando uma barreira que retem o calor proveniente das radiações solares elevando a temperatura da Terra, é como se o planeta estivesse dentro de uma estufa. Essa tese é defendida pela maioria da comunidade científica.

Segundo os cientistas, os polos, o Ártico e a Antártica, devido as suas temperatura baixas, ajudam a manter o clima global ameno, alimentando as correntes marítimas, resfriando as massas de ar e devolvendo ao espaço a maior parte de energia solar que recebem, devido as suas enormes superfícies brancas.
Mas com o derretimento das calotas polares, haverá alterações no planeta, e terão manifestações climáticas intensas, como tempestades, ondas de calor e seca.

A NASA (Administração Nacional da Aeronáutica e do Espaço, na sigla em inglês), anunciou no inicio de 2010, que a década que terminou em 31 de dezembro de 2009, foi a mais quente registrada desde 1980, ano que a moderna medição de temperatura ao redor do planeta começou. A mesma década também teve dois anos de maior intensidade de um século, 2005, o mais quente do período, e 2008 o segundo mais quente.
* Não tenho na data atual o quanto anda o aumento, mas com certeza dá para fazer uma ideia.

"Sabemos que o aquecimento na superfície da Terra etá aumentando a umidade na atmosfera. Isso já foi constatado, medido e comprovado por satélites" diz Jay Gulledge ( Diretor da divisão de Ciências Ambientais e membro do Instituto de Mudanças Climáticas Ciência em Oak Ridge National Laboratory -ORNL).
A probabilidade de ocorrer eventos climáticos extensos, só vai crescer, só resta colocar em prática aquilo que pode salvar vidas e economias. "Não podemos ficar parados e nos conformar", acrescenta Jay Gulledge.

Em 1997, 162 países assinaram o protocolo de Kyoto, no documento as nações desenvolvidas se comprometeram em reduzir suas emissões de gases que causam o efeito estufa, em pelo menos 5% em relação aos níveis de 1990. Essa meta foi cumprida entre os anos de 2008 e 2012, mas houve alguns países que não fizeram nenhum esforço.

Em 22 de setembro de 2014, na cidade de Nova York (EUA), mais de cem lideres mundiais se reuniram e apresentaram resultados e as novas ações voltadas para evitar o aquecimento global e as mudanças climáticas negativas.

Atualmente os principais emissores dos gases do efeito estufa, são: Russia, China, Brasil, Estados Unidos, Índia, Japão, Alemanha, Canadá, Reino Unido e Coreia do Sul.

Mudanças que o planeta precisa:

Investir em energias inteligentes, fontes renováveis.
Reciclar lixos.
Respeito a vida de qualquer espécie de animal e seu habitat,
Preservar as matas e florestas
Incentivar plantio de mais árvores.
Zerar o desmatamento.
Zerar as queimadas.
Combater severamente, a venda ilegal de madeiras e animais.
Colocar filtros nas industrias e fabricas.
Conservar os oceanos, deixando saudáveis e cumprindo sua tarefa.
Adaptar mobilidade nas cidades, evitando mais carros nas ruas (queima de combustíveis fósseis), investindo em transportes públicos mais eficientes, confortáveis e seguros.
Impedir a pesca industrial e exploração de petróleo no Ártico.
Conscientizar a população mundial sobre o aquecimento global e os risco que causa em todo planeta.

Fonte:
http://viajeaqui.abril.com.br
http://www.significados.com.br
http://www.escolakids.com
http://www.infoescola.com
http://www.brasilescola.com
http://www.sogeografia.com.br
http://www.greenpeace.org
http://climatechangescience.ornl.gov
http://www.suapesquisa.com
https://www.google.com.br

Existem duas escolhas, qual dessas duas você escolhe para o nosso planeta?

                                                                                     
                                                                   



                                                                  ou
                                                                 




Todos tem que se conscientizar, e tem que haver mudanças de pensamentos e principalmente nos hábitos negativos que é tão prejudicial ao planeta, o momento agora é de ação, de uma nova ideia de melhorias, e fazer com que futuras gerações (todos seres vivos) possam usufruir de forma saudável tudo que nosso planeta Terra nos dá e que é essencial para a vida, que é a água, o ar e a terra.

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Nebulosas...

São enormes nuvens interestelares de poeira e gás, que ocupam o espaço entre as estrelas, estão ligadas ao ciclo de evolução estelar, e são verdadeiros berçários de estrelas, pois grande parte das nebulosas estão em formação estrelar.
Elas podem existir em diversos formatos, mas acredita-se que  toda se formam de uma mesma maneira: supernovas. Estes incríveis fenômenos normalmente possuem uma estrela no seu centro e que é favorável a formação de novas estrelas futuras. As nebulosas chamam a atenção por sua imagem de formatos e cores lindas.

Tipos de nebulosas:

Nebulosa de emissão, são nuvens de gás com temperatura alta. São geralmente vermelhas.

Nebulosas de reflexão, são nuvens de poeira que simplesmente refletem a luz de uma estrela. São geralmente azuis.

* As nebulosas de emissão e de reflexão, são geralmente vistas juntas e são às vezes chamadas de nebulosas difusas.

Nebulosas escuras, são nuvens de gás e poeira que impedem quase completamente a luz de passar por elas e são identificadas pelo contraste com céu ao redor delas, que são mais iluminado e estrelado.
Elas podem estar associadas à regiões de formação estelar.

Nebulosas planetárias, apesar do nome, elas não estão relacionadas com planeta, trata-se de uma nuvem de gás e poeira originada por uma estrela que chega na fase final da sua vida. Nome foi batizado por William Herschel, pois quando foram vistas pela primeira vez em um telescópio, parecia um planeta.
A estrela central normalmente termina como anã branca.

Fonte:
http://pt.wikipedia.org
http://sohciencias.blogspot.com.br
https://teacherdeniseselmo.wordpress.com
http://nasasearch.nasa.gov
http://www.oal.ul.pt
https://www.google.com.br

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

enxergar... (frase)

"As coisas mais simples da vida são as mais extraordinárias, e só os sábios conseguem vê-las" (Paulo Coelho)



domingo, 11 de janeiro de 2015

A luneta e o telescópio na história...

A história diz que no início do século XVII, o alemão Hans Lippershey (1570 - 1619) era um fabricante de óculos holandês, estabeleceu-se  na Holanda, na cidade de Middleburg, onde possuía uma loja de óculos.
Um dia duas crianças brincando em sua loja com lentes de óculos, ele observou que elas olhavam para os cata-ventos da igreja, que eles cresciam e ficavam mais nítidos quando eram vistos através de duas lentes.
Ele também fez o mesmo que as crianças e  se surpreendeu, então pegou um tubo e colocou entre as lentes, uma côncava e outra convexa (Refrator), e batizou com nome de "Kijker" que significa "Espectador" em Holandês.
Em 1608, ele quis fazer a patente onde foi negado pelo governo Belga, pois foi considerada uma invenção muito simples e que não poderia ser mantida em segredo, mas mesmo assim recebeu muito dinheiro por sua invenção.

Em 1609, Galileu Galilei, construiu a sua própria luneta para observar o céu, assim nasceu a luneta astronômica, esse instrumento revolucionou a astronomia.

Por volta de 1680, Isaac Newton desenvolveu o telescópio refletor, em vez de usar lente para captar a luz, ele usou um espelho metal curvo (espelho primário) para captar a luz e refleti-la para o foco.

Na atualidade, a NASA desenvolveu o Telescópio Espacial Hubble, o mais famoso do mundo, que está em órbita a uma distância de  600 km da superfície terrestre. Ele possui uma objetiva de 2,40 metros de diâmetro.

Uma luneta astronômica ou um telescópio, são instrumentos que permitem estender a capacidade dos olhos humanos de observar com detalhes e calcular e medir objetos longínquos, ou seja, permite enxergar longe com certa nitidez, dependendo do instrumento usado.
O nome telescópio, vem do grego, Tele = Longe, Scopio = Observar.

Fontes:
http://www.mundoeducacao.com
http://micro.magnet.fsu.edu
http://pt.wikipedia.org
https://www.google.com.br

                                                            Ilustração


Assim, cada vez mais, o homem inventa aparelhos que possibilita com o decorrer dos dias descobertas no universo que sempre nos surpreende.

sábado, 10 de janeiro de 2015

Icebergs...

A palavra iceberg:  ice, vem do inglês que significa "gelo", e berg, vem do sueco, holandês e do alemão, que significa "montanha", da união dessas palavras fica, "Montanha de Gelo", ou seja, Iceberg. Na língua portuguesa também se diz icebergues.

São  enormes blocos de gelos, que se desprendem das geleiras das calotas polares originárias da era glacial, existentes em águas polares da Terra.

Devido as correntes marinhas, eles flutuam para os oceanos glaciais, Ártico, ao norte, e no Antártico, ao sul do planeta, onde eles são mais comuns.


São formados por água doce, e sua formas podem ser, achatados ou pontiagudos, apenas 10% do seu volume fica visível na superfície, sendo que 90%do seu volume, fica submerso na água. Daí que vem a expressão, "isso é a ponta do iceberg". Suas formas e tamanhos, costumam indicar suas origens e suas idades.

A densidade da água que formam um iceberg, é menor que a densidade da água salgada que o cerca, então quando se dá ruptura nas geleiras devido o calor e as ondas, esses blocos se desprendem e são levados pelas correntes marinhas, por serem mais leves.

O princípio de Arquimedes explica: "Um corpo imerso em um líquido irá flutuar, afundar, ou ficar neutro de acordo com o peso do líquido deslocado por esse corpo".

Desde do acidente que causou naufrágio do transatlântico Titanic, em 1912 (vide no blog 24/11/2014), que se chocou com iceberg, foi criada uma Patrulha Internacional do gelo, para monitorar os icebergs nos oceanos.

Em 13 de novembro de 2013, uma satélite da Agência Espacial Americana (NASA), fotografou um iceberg B-31 se desprendendo do Glacial Pine Island, na Antártica, e se dirigindo para o oceano aberto.

Segundo a NASA, o iceberg tem seis vezes o tamanho de Manhattan, em Nova York (EUA), e se dirige para uma área que não é muito usada por navios.

Fonte:
http://www.infoescola.com
http://g1.globo.com
http://www.significados.com.br
http://pt.wikipedia.org
http://www.invivo.fiocruz.br
https://www.google.com.br

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Um post e uma frase...

"Olha a terra a tua volta, deita-te no chão e sente o coração do planeta bater". (Paulo Coelho)




quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Marcelo Gleiser...

Umas das frases de Marcelo Gleiser:

"Estamos aqui porque o Universo oferece condições para que a vida inteligente possa evoluir, ao ponto de se tornar possível que uma espécie, que habita um pequeno planeta orbitando em torno de uma pequena estrela situada em uma dentre bilhões de galáxias no Universo, possa se perguntar a origem".

"A ciência explica a natureza e cria novos mundos que não percebemos com nossos sentidos".

"As pessoas se sentem ameaçadas pela ciência, achando que ela vai 'matar' os deuses. Essa é a distorção que os cientistas devem combater, e não a fé. A ciência não quer roubar Deus de ninguém".



Marcelo Gleiser, nascido em 19 de maço de 1959, na cidade do  Rio de Janeiro (RJ) no Brasil. é um físico, astrônomo, professor, escritor e roteirista.
É conhecido nos Estados Unidos, por suas pesquisas científicas e lecionamentos, no Brasil é mais conhecido por sua coluna de divulgação científica em um dos  jornais de grande expressão no país, a Folha de S. Paulo.

Fonte:
http://pt.wikiquote.org
https://aluatristonha.wordpress.com
http://pt.wikipedia.org
https://www.google.com.br

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Aurora Polar (Boreal e Austral)...

Aurora Polar, é um fenômeno óptico que ocorre nas regiões polares, composto de brilho na forma de luzes coloridas no céu noturno, em decorrentes de impactos de partículas de ventos solares, com a alta atmosfera da Terra, canalizada pelo campo magnético terrestre.

O vento solar ao atingir a magnetosfera (é o espaço que rodeia a Terra, além das camadas a atmosfera), libera energia em forma de ondas que enxergamos como luzes coloridas no céu.

Ao chegar a Terra as partículas solares são conduzidas pelo campo magnético até a região dos polos, onde existem buracos na magnetosfera que permitem que parte da radiação chegue a atmosfera.

A aurora polar, costuma ocorrer a uma altura entre 60 a 100 acima da superfície da Terra.

Em latitudes do hemisfério norte, é chamada Aurora Boreal, Galileu Galilei, em 1619, batizou como Aurora Boreal, em referência à deusa romana do amanhecer, Aurora, e  Boreal, ao deus grego representante  dos ventos fortes, Bóreas.

E latitudes do hemisfério sul, é conhecida como Aurora Austral, James Cook, batizou como Aurora Austral, por uma referência direta ao fato por estar ao Sul.

Além do planeta Terra, podemos encontrar esse fenômeno em, Júpiter, Saturno e Marte.

Curiosidade:

Aurora, era uma deusa do amanhecer na mitologia romana, equivalente à Eos, na mitologia grega.

Era irmã do Sol e da Lua, e renovava-se todas as manhãs, voando pelos céus, em uma carro puxado por cavalos alados. Tinhas muitos maridos, os ventos Norte, Sul e leste o Oeste, sendo um dos quais foi morto.
Fonte:
http://www.astronoo.com
http://www.dicionarioinformal.com.br
http://www.infoescola.com
http://www.suapesquisa.com
http://pt.wikipedia.org
http://www.significados.com.br
https://www.google.com.br
http://pensador.uol.com.br

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

John Glenn...

John Herschel Glenn Jr., foi o primeiro astronauta americano, a orbitar a Terra. Nasceu em 18 de julho de 1921 na cidade de Cambridge, Ohio.

Foi piloto naval durante a II Guerra Mundial, após o conflito, se tornou instrutor de pilotagem no
Texas, participou na Guerra da Coréia, pilotando caças a jato da Força Aérea, combatendo os inimigos, ele teve reconhecimento que lhe rendeu várias condecorações.

Quando retornou aos Estados Unido, voltou a ser instrutor de pilotos, até ser selecionado pela Nasa, para fazer parte do primeiro grupo de astronautas americanos no projeto Mercury.

 Em 20 de fevereiro de 1962, como piloto da cápsula espacial Mercury Friendship 7, foi o primeiro astronauta americano, a orbitar a Terra, dando três voltas completas sobre o planeta, durante quase cinco horas., a uma velocidade de 17.000 km/h, a bem sucedida missão, foi concluída com splashdown (amerissagem) e recuperação no Oceano Atlântico, a 800 km ao sudeste das Bermudas.

Quando retornou ao solo, foi recebido e condecorado pelo presidente dos Estados Unidos, John Kennedy, onde lhe concedeu a Medalha de Honra Espacial do Congresso.
John Glenn, se tornou um herói nacional e símbolo da América, e um desfile de honra em Nova York, comemorou a sua missão.

Em 1964, John Gleen, aposentou-se da Nasa, nos anos seguintes se dedicou a política se tornando senador.

No ano de 1998, no dia 29 de outubro, participou de uma experiência para avaliar pessoas da terceira idade no espaço, aos 77 anos, voltou a orbitar a Terra pela segunda vez, mas como membro da tripulação do ônibus espacial Discovery na missão STS-95, que durou dez dias.

A frase: "Não há como me esconder desse conde Drácula", é  de John Gleen, referindo-se ao médico que tirava amostras de sangue, de tempo em tempo para exames, na missão espacial STS-95

Fonte:
http://pt.wikipedia.org
http://pt.wikiquote.org
http://www.nasa.gov
https://www.google.com.br

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Super-homem...

"O super-homem, no final das contas, é uma forma de vida alienígena.
Ele é simplesmente a face aceitável de realidades invasoras". 
(Clive Barker)



domingo, 4 de janeiro de 2015

Sol começa em 2015 com enorme "buraco"

O Sol entra no primeiro dia do ano de 2015, com um "buraco" localizado perto do polo sul. Esse fenômeno foi capitado por um instrumento do Observatório de Dinâmica Solar da NASA (Agencia Espacial Americana).

Segundo as informações da NASA,  os buracos coronais são regiões da camada mais externa do Sol, chamada corona, onde o campo magnético se estende para o espaço em vez de se conter na superfície do Astro.

Na região onde estão presas, as partículas podem aquecer, e por isso brilham, já nas partes do buraco coronal, onde as partículas deixaram o Sol, o brilho é pouco e surge essa mancha escura.

Os buracos coronais são ocorrências típicas do Sol, mas costumam aparecer em outros lugares e com mais frequência e momentos diferentes do ciclo de atividades solar.

As primeiras imagens de buracos coronais, foram feitas por astronautas da NASA em 1973 e 1974. Os buracos podem continuar sendo vistos por um longo período de tempo, embora a forma exata muda o tempo todo.

Fonte:
http://noticias.terra.com.br
http://g1.globo.com
http://atarde.uol.com.br
http://www.bbc.co.uk
http://pensador.uol.com.br
https://www.google.com.br

sábado, 3 de janeiro de 2015

Tipografia...

Duas novidades de origem chinesa revolucionam a história da impressão: o papel e a xilogravura (xilografia), a fase de impressão anterior a tipografia, que consiste em imprimir imagens e textos por meio de pranchas de madeiras gravadas em relevo. Seu emprego começou na Europa no século XV, com a ilustração de cartas de trabalho e manuscritos de origem religiosas.

Em 1445 Johannes Gutemberg (sabe-se pouco sobre ele), projetou um novo tipo de prensa, baseado naquelas usadas para espremer uvas, preparou uma tinta especial a provas de borrões. Esse sistema operacional de impressão perdurou inalterado até 1811.

Em 1811, o alemão Friedrich König, inventou a prensa mecânica e introduziu a energia a vapor e movimento rotativo no engenho da impressão.

No ano de 1816, König, inventou uma máquina revolucionária, que imprimia simultaneamente frente e verso de uma folha.

Em 1817 König faz uma sociedade com seu amigo Andreas Bauer, fundaram então a empresa König & Bauer (KBA), que 1818 apresentaram a primeira máquina de retiração do sistema plano-cilíndrico.
Por várias gerações a empresa KBA, nunca deixou de introduzir inovações tecnológicas, sendo hoje um consócio mundial.

Em 05 de janeiro de 1808, D. João assinou o primeiro alvará liberando o funcionamento de gráficas no Brasil, que antes era proibido. A partir daí começa funcionar no Rio de Janeiro a imprensa Régia, destinada a imprimir documentos, decretos e livros. Nesse momento a informação começa a circular, primeiro nas mãos da corte (apenas publicações reais).

Logo vira o primeiro jornal, "A Gazeta do Rio de Janeiro", divulgando toda informação administrativa e movimentação do Reino.

Em 28 de agosto de 1821, D. Pedro I, introduziu a liberdade de imprensa, e se expressando em um aviso:
"que não embarace por pretexto algum a impressão que se quiser fazer de qualquer texto escrito".

A data de, 05 de janeiro ficou sendo o Dia da Criação da Tipografia no Brasil.

Fontes:
http://fazdesign.com.br
http://www.oswaldocruz.com
https://cdlsertania.wordpress.com
http://pt.wikipedia.org
https://www.google.com.br

Luz contra as bactérias...

O estudante brasileiro Caio Guimarães durante seu estágio em Wellman Center, laboratório de Harvard e do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), desenvolveu uma tecnologia com irradiação de luz, que trata infecções nos tecidos humanos.

O teste foi realizado em ferimentos de soldados que foram para o Iraque, com patrocínio do exército norte-americano para eliminar uma bactéria encontrada em tais ferimentos.


Em uma alta frequência, o equipamento mata bactérias mais resistentes e, é capaz de eliminar uma infecção a cerca de uma hora, sendo mais eficiente que antibióticos das industrias farmacêuticas.

Com uma aparência que lembra uma lanterna, o equipamento, possui lâmpadas de LED calibradas para irradiar uma frequência exata de luz, sendo visível ao olho nu e não há efeitos colaterais.

Com uma microagulha que vai guiando a luz para dentro do tecido, e chegando atingir as áreas mais profundas.

Em fevereiro de 2015 o trabalho será apresentado no Photonics West (exposição premier de evento a laser) em São Francisco na Califórnia.

                         
Fonte:
http://asboasnovas.com
https://www.youtube.com
http://spie.org
https://www.google.com.br

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Frases

"A ciência se compõe de erros, que por sua vez, são passos até a verdade". (Julio Verne)

"Toda nossa ciência, comparada com a realidade, é primitiva e infantil e, no entanto, é a coisa mais preciosa que temos". (Albert Einstein)

"Pra mim, é muito melhor compreender o universo realmente como ele é, do que persistir do engano, por mais satisfatório e tranquilizador que possa parecer". (Carl Sagan)

"Os caminhos que conduzem o homem ao saber, são tão maravilhosos, quanto o saber". (Johannes Kepler)

"O que sabemos é uma gota, o que ignoramos é um oceano". (Isaac Newton)


Fonte:
http://posgraduando.com
http://kdfrases.com
https://www.google.com.br
http://pensador.uol.com.br

quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

A queda de detritos espaciais...

Na madrugada do dia  27 para o dia 28/12/2014, na zona rural de Andradina (SP), caiu do céu um objeto de forma anelar e de aproximadamente 5 kg, 20 centímetros de diâmetro e oito de altura, e metálico. Nessa mesma data em Santa Rita do Pardo (MG), também caiu um objeto com formato que parece ser um tanque de combustível, sem nenhuma inscrição, e também metálico e maior do que caiu em Andradina.

No Mato Grosso do Sul, também havia caído  e chamou muita atenção de moradores, e os mesmos relaram muita luminosidade no céu.

A suspeita é que esses objetos deviam ser partes integrantes de satélites ou naves. Nesse caso seriam detritos espaciais, ou seja, lixos espaciais (vide no blog).

O presidente do INAPE (Instituto de Astronomia e Pesquisa Espaciais) de Araçatuba o senhor  Gener Silva, esclarece: "A maior parte destes detritos, caem no mar ou em zonas desabitadas, porém com o aumento das cidades, encontrar objetos assim está sendo mais comum".


*Confira no blog ZM. uma matéria sobre detritos - dia 21/11/2014.

Fonte:
https://www.google.com.br
http://g1.globo.com
http://noticias.band.uol.com.br
http://www.hojemais.com.br

Feliz 2015...

"O Homem é do tamanho do seu sonho". (Fernando Pessoa).


                                                             Blog ZM.

Deseja um Feliz 2015, e que ao final desses 365 dias que se inicia, você possa dizer: 
Eu consegui!